Etiquetas

domingo, 6 de julho de 2014

YVES SAINT-LAURENT de Jalil Lespert / VIOLETTE de Martin Provost

Os últimos filmes que fui ver ao cinema têm muito em comum. São ambos franceses, são ambos biográficos, ambos abordam o tema da homossexualidade, ambos têm um bom elenco a defender os personagens e ambos são um pouco arrastados e longos.

Como o título indica, o primeiro é sobre a vida de Yves Saint-Laurent vista pelo seu amante e sócio, Pierre Bergé. Yves é mostrado como um designer genial, maníaco-depressivo, por vezes impossível de aturar.

O segundo filme conta-nos a história da escritora francesa Violette Leduc, de quem eu nunca tinha ouvido falar. Esta senhora também era impossível de se aturar, sempre com pena de si própria e revoltada contra o mundo; felizmente conseguiu a atenção de Simone de Beauvoir, que acreditava no seu talento.

Em relação a YVES, ia à espera de saber mais sobre o seu processo criativo e fiquei a saber sobre os seus excessos, a falta de controle e a sua relação conflituosa com Pierre Bergé. Pelos vistos todos os génios têm um feitio difícil, mas o filme é uma espécie de colagem de episódios sobre a sua vida, sem grande envolvimento emocional, acabando por ser tornar um bocado desinteressante. Vale sobretudo pelas interpretações de Pierre Niney e Guillaume Galienne, ambos convincentes como Yves e Pierre.

Quanto a VIOLETTE, como filme é mais interessante, se bem que o achei demasiado literário para o meu gosto; uma vez que se trata da vida de uma escritora, rodeada por outros autores seus contemporâneos, tem lógica que o realizador tenha optado pelo lado literário, mas eu não fiquei convencido. Por outro lado, a fotografia é muito boa e Martin Provost capta bem o espírito das épocas vividas por Violette. Tal como com YVES, o melhor é o elenco, com fortes interpretações de Emmanuelle Devos como Violette, Sandrine Kiberlain como Simone e Catherine Hiegel com a mãe de Violette.

YVES SAINT-LAURENT - Classificação: 4 (de 1 a 10)

VIOLETTE - Classificação: 5 (de 1 a 10)






Sem comentários:

Enviar um comentário