Etiquetas

terça-feira, 13 de novembro de 2012

RUBY de Curtis Harrington


Quando o CARRIE estreou, não consegui convencer os meus pais a levarem-me a vê-lo, mas quando uns anitos mais tarde apareceu este RUBY, lá consegui convencê-los. Em comum, os filmes tinham o facto de terem Piper Laurie no papel da mãe de uma jovem estranha.

Neste, Piper fazia de Ruby, a namorada de um gangster assassinado faz já uns anos. Esta tem uma filha muda, que começa a ter um comportamento estranho e a falar com a voz do pai morto. O espírito do gangster quer vingança e vai tê-la.

Na altura gostei muito de ver este filme de terror sobrenatural, um dos meus temas preferidos, e lembro-me de ter sentido alguns calafrios. Mais tarde vi finalmente o CARRIE e aí percebi que este RUBY não estava à altura do mesmo, mas mesmo assim tenho boas recordações deste filme.

Sem comentários:

Enviar um comentário