Etiquetas

domingo, 30 de setembro de 2012

QUEER LISBOA 2012


Como é meu hábito, este ano vi apenas dois filmes no QUEER Lisboa. Tal como nos outros anos, a programação é demasiado experimentalista para o meu gosto. Podem chamar-me um gajo conservador que eu não me importo, mas a minha paciência para o cinema experimentalista não é muita.

Curiosamente, dos dois filmes que vi, um deles foi o vencedor da edição deste ano. Chama-se KEEP THE LIGHTS ON e conta-nos a história de dois homens que começam uma relação, só que um deles tem um problema com drogas e a coisa complica-se. Não gostei do filme e não senti qualquer tipo de empatia com os seus personagens; nem por um momento acreditei na sua relação e achei o filme desinteressante e aborrecido.

O outro que vi veio de Inglaterra e tem o título de WEEKEND. Neste, dois homens conhecem-se num engate, que acaba por se tornar uma coisa séria de futuro incerto. Este convincente e intimista drama assenta nas excelentes interpretações de Tom Cullen e Chris New, cuja química é tão intensa que saí para fora do ecrã, arrebatando-nos com ela. É o tipo de filme que demonstra que não são precisos grandes meios para se fazer bom cinema. Um filme honesto que nos faz acreditar que neste mundo ainda há lugar para o amor.

Para o ano, lá estarei de volta ao QUEER, isto se houver filmes que me despertem a atenção ou deveria dizer o libido?


Sem comentários:

Enviar um comentário