Etiquetas

segunda-feira, 19 de março de 2012

ESCADA DE CARACOL de Peter Collinson

O cartaz prometia um filme de terror, mas na realidade era mais um thriller de suspense, onde um psicopata assassinava jovens deficientes.

A então muito em voga Jacqueline Bisset, é uma jovem mulher que perde a voz ao ver o seu marido e filho morrerem num incêndio. Vai então viver para a mansão do tio (Christopher Plummer) e depressa se torna um dos alvos do psicopata.

Quando vi este filme, não fazia a mínima ideia que se tratava de uma remake (na altura provavelmente nem sabia o que isto queria dizer) de um clássico dos anos 40, e gostei da atmosfera “whodunit” da história. Anos mais tarde vi o original e era muito mais atmosférico.

Sem comentários:

Enviar um comentário