Etiquetas

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

SEXTA-FEIRA 13 de Sean S. Cunningham


Quando este filme estreou em 1981, os fãs do terror e do gore fizeram uma festa, eu incluído. Dentro do género, o filme funcionava muito bem e lembro-me que, no clímax, quando a heroína decapita a assassina, o público do cinema Império a aplaudiu entusiasticamente.

Gosto muito de uma das frases publicitárias do cartaz: “Você irá ver este filme uma vez mas segunda não vai concerteza”. Eu não o fui ver uma segunda vez, mas revi-o mais tarde em vídeo. Deixo-vos aqui também a minha “ficha cinéfila” do filme.


Sem comentários:

Enviar um comentário